sábado, dezembro 10, 2005

Hoje choro



Fotografia de António Melo

Hoje choro
Sei que o tempo de dizer-te adeus há muito aconteceu
Sei que o tempo de te esquecer há muito chegou
Sei que deveria virar costas a ti e olhar de frente o futuro

Mas que queres?
Simplesmente não consigo
Dizer-te adeus
Virar-te as costas
Acabar com o sonho
Apagar o desejo
Esquecer a saudade
Partir
Deixar-te para trás

Não consigo
E por isso hoje e sempre
Choro e desespero
Por não conseguir
Por insistir
Por perseguir o sonho
Por te olhar e ver em ti o que tu não queres ver
Por te ver e querer
Por te olhar e ficar
Por não conseguir tirar-te de mim
Por viveres tanto na minha alma
Pelas recordações
Dos momentos...das sensações

Mesmo que seja tempo de dizer adeus
Como diz a canção
Eu não consigo
E choro
A minha solidão

5 Comments:

Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Dalila
Quando amamos e não nos acontece outro daqueles acasos da vida, que sobressaltam o nosso coração, então arrastamos as correntes que nos prendem à última razão de estarmos sós.
Um beijo
Daniel

12:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A paixão é algo de envolvente, absorvente, comovente, engradecedor...

5:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Nunca sabemos se um dia aquilo que pensavamos ser um sonho inatingivel, não se tornará realidade. Podes seguir em frente, viver a tua vida, mas nunca esqueças os sonhos, guarda-os num sitio do teu coração, pode ser que um dia eles acordem e se transformem em realidade. Acredita que é possivel! Bjinhos.

5:39 da tarde  
Blogger lena said...

não digas adeus,
existem recordações, muitas vezes fazem chorar, mas lembra-te delas com carinho, é mais fácil esquecer assim

limpa essas lágrimas

deixo-te um beijo

lena

5:45 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Já pensaste que esse alguem pode continuar a viver através de ti? Manter acesa a chama, conversar, pedir conselhos e luz, brincar um pouco de vez em quando com as almas que nos tocaram e que partiram para outra vida...Quando ultrapassares a dor da ausencia, vais descobrir um maravilhoso bem estar, vais sentir-te acompanhada para todo o sempre... Um beijo leve na tua testa.

12:32 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home