quinta-feira, dezembro 08, 2005

Vem



Abre a mão
Mostra-me o sonho que nela trazes escondido
Partilha-o comigo
Não escondas o sonho - faz dele vida
Não fujas da vida - faz dela sonho
Não sonhes o amor - faz dele presente

Abre a mão - agarra a minha
Vamos juntar os sonhos
Vem, anda, vamos por aí
Sem rumo e sem destino, outros
Que a vontade de estar juntos
Caminhar em passos lentos
Em direcção ao arco-íris
E no fim deste
Encontrar a felicidade

Anda vem...não fujas de ti
Procuro-te desde o início
Encontrei-te aqui
E finalmente encontrei-me a mim

Vem....

Fotografia: www.gettyimages.com

9 Comments:

Blogger AS said...

Palavras que marcam um destino!...

Lindo poema

Beijos

6:19 da tarde  
Blogger lena said...

sonhos partilhados, são sonhos que se vivem,
uma mão que se abre para agarrar outra mão

belo poema

beijinhos meus

lena

7:05 da tarde  
Blogger Clitie said...

Sonho com ele sempre, queria andar de maõs dadas como noutros tempos... mas esse tempo já passou.

Bj

10:12 da tarde  
Blogger Carla said...

Vem...
Dá-me a mão...
E eu fui... deixei-me levar por ele...
Mas os caminhos tortuosos da vida, pelos quais juntos caminhamos, arrancaram a sua mão da minha... e eu... eu fikei assim perdida...

By Nadir
Bjx e bom fim de semana

10:32 da tarde  
Blogger Pedro Nobre said...

O blog NA ESCURIDÃO DA NOITE, mais o poeta Paulo C. Silva, vem agradecer a sua adesão à campanha "Uma frase, um livro".

Amanhã, no lançamento do livro, irá ser anunciado o vencedor, e posteriormente anunciamos no Seu blog de Literatura.

TODOS JUNTOS EM PROL DA LITERATURA...

3:34 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Quanta honra pela galeria dos Imperdíveis, obrigado...Gostei muito de estar aqui, poemas maravilhosos cheios de sentir. Abraço

9:33 da manhã  
Blogger Francis said...

Às vezes, uma mão é tudo o que faz falta...

9:47 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Perdi-me nas tuas palavras...quanto mais lia, mais me apetecia. E neste ultimo post esta frase "Não sonhes o amor - faz dele presente" de repente bateu bem forte e fez-me pensar...obrigado. Numenesse

3:22 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

(...)...não fujas de ti
Procuro-te desde o início
Encontrei-te aqui
E finalmente encontrei-me a mim(...)
Espectacular e com sentido estético. Li, reli, gostei e,certamente, volatrei.
Bom FDS

7:10 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home