terça-feira, janeiro 24, 2006

Sinto-te sempre em mim



















Eu sei que é hora de esquecer
De te deixar
De perder
E abandonar
O sonho de te ter

Eu sei sim...há tanto tempo
O que devia fazer
Mas não sei nem mesmo querer
Tirar-te de dentro de mim

Ouves a música?
Ela diz tudo
Oiço a tua voz no vento que sopra
Sinto o teu cheiro no ar que respiro
Sinto-te em mim, entranhado na pele
Toco-te mesmo sem te ter
Tenho-te sem estares presente
E mesmo ausente estás sempre aqui

Sonho contigo
E nos meus sonhos
Estendo a mão e toco a tua boca
Que amo de paixão
Perco-me nesses teus olhos que tanto quero
Abandono-me no teu envolver que tanto procuro
Desejo-te num querer interminável
Que me queima a pele

Ouves a música?
Não deixes morrer o sonho
Não deixes acabar a esperança
Devolve-me a alma perdida
Trás-me de volta o sonho
E vem com ele também
Aqui...para perto de mim

E se não vieres
E se tiver que te esquecer
Mesmo assim
Não vou conseguir
Tirar-te de dentro de mim
Desentranhar-te da minha alma
Arrancar-te do meu sentir

E mesmo que parta ao encontro de outro querer
Eu sei que tu ficarás para sempre aqui
Em mim

18 Comments:

Blogger Flor said...

lindo....puro prazer este teu canto , este poema que li agora...
Beijo doce

10:13 da manhã  
Blogger AS said...

Simplesmente... Um belo poema!


Tentaste
Quebrar o muro de vazio
Que vos rasgava a meio
O peito, o leito, as vidas

Tentaste cobrir de luz
O que era negro e cego
E caminhas de novo sobre as feridas

Mas talvez o vazio
seja muito maior
Que vós os dois...


Para ti, com um beijo

2:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Simplesmente encantador...o poema, a música e o sentir!
Sentes como o piano que canta em teu grito e voas de mãos dadas com a paixão.
Um beijo

2:56 da tarde  
Blogger Poeta da Noite said...

Um lindo poema!
Repleto de paixão e sentimento.
Também vejo nele alguma saudade
será?
E agora sem rodeios,está deslumbrante.

7:38 da tarde  
Blogger lena said...

envolvido em paixão, certamente que escutou a música e estará sempre perto de ti, vivendo ao teu lado esses sonhos teus

lindissimo o teu poema, como tu consegues transmitir tão bem, tanta emoção em cada verso

beijinhos muitos

11:54 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Profundo e sentido este poema. Parabéns pelo teu trabalho. Adorei. Ficaste na minha rua... Bj do Samuel, o Ventoso.

12:09 da manhã  
Blogger Pedro Nobre said...

Um belo poema... quando li o titulo pensei... mas quando li o poema em si... verifico saudade e sentir o amor perto de ti

Pedro Nobre

12:50 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Está entranhado no sangue e vive no coração! Bjocas.

12:01 da tarde  
Blogger Andorinha said...

Lindo o poema...quem me dera saber escrever assim...
Mas sabes, não sinto falta porque venho cá visitar-te todos os dias e ver como consegues por em palavras tão belas coisas que quero dizer há tanto tempo a tanta gente!
Obrigado do fundo do coração
beijo grande

3:54 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O Amor mais verdadeiro é aquele que fica em nós, mesmo depois de deixarmos o outro partir!!!!Encantamentos mil

4:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Não vou conseguir
Tirar-te de dentro de mim
Desentranhar-te da minha alma
Arrancar-te do meu sentir

E mesmo que parta ao encontro de outro querer
Eu sei que tu ficarás para sempre aqui
Em mim"

É o nosso problema... esquecer quem já amámos!!!
Amei este texto, a imagem e encantou-me a música!

Desculpa a ausência mas não tem sido fácil este início de ano...

Beijão mto grande!

7:53 da tarde  
Blogger mixtu said...

...em mim...
isso é amor, muito amor para dar e receber...
jinho

1:02 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Hoje sem mto tempo...Continuo a ver (ler) um grande sentir no teu interior. Agradeço a visita. Ausento-me deixando um último post. Alguns dias de férias, e depois se vê. Deixo um beijo e o meu obrigada.´*

2:44 da tarde  
Blogger marCOX said...

bonito poema nina! gostava de "poemar" assim como tu, a unica coisa que sei e rima é:
Atirei um limão rolando
à tua porta passou
agora estou aqui pensado
será que o cabrão se cansou?!

1:10 da manhã  
Blogger João C. Santos said...

Quantas pessoas somos capazes de gurdar com esse sentimento..."ficarás sempre aqui..."

12:24 da tarde  
Blogger Clitie said...

Que saudades nos ficam depois de um amor tão grande?...

12:29 da manhã  
Blogger Carla said...

Muito bonito este poema.
Bjx

12:45 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Lindo demais esse teu texto...é mesmo assim, o importante é o que sentimos cá dentro...adoro passear-me por aqui! Um beijo da Princesa...

12:33 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home