terça-feira, novembro 07, 2006

A corrente





Agachei-me
Calma e angustiadamente apanhei do chão
Cada pedacinho de mim
Apanhei-os com muito carinho
Por em cada um deles estava contido
Um pedacinho de ti
Um pedacinho que em mim fica marcado
Embebido e cravado
Com a força do meu querer
Fui encaixando cada pedacinho
Sabendo que mais alguns íam faltar
Sabendo que mais uma parte de mim se perdeu
Para o fim deixei os pedacinhos
Que correspondem ao coração
Aqueles onde a tua presença é mais forte
E a dor de te perder é mais aguda
Terminei de me reconstruir
E num rasgo de lucidez
Acorrentei os sentimentos e os quereres
E deitei a chave fora
Levantei a cabeça
E segui em frente
Solitária e gelada
Em mais uma estrada da vida

8 Comments:

Blogger francis said...

Segue em frente, rapariga. Não te peço que rompas com o passado, mas não te desligues do futuro.
Bem sei, às vezes o mundo desaba sobre as nossas cabeças e o desespero toma conta de nós.
Por vezes temos que deixar as coisas boas para trás e concentrarmo-nos nas coisas boas que ficaram à nossa volta.
Um beijo e desculpa esta intromissão.

5:33 da tarde  
Anonymous mar_praia said...

"Acorrentei os sentimentos e os quereres
E deitei a chave fora
Levantei a cabeça
E segui em frente"

Assim é que deve ser... Excelente texto ;)

Beijinho bem grande e mais uma vez obrigada pelo regresso!

8:52 da tarde  
Anonymous mar_praia said...

Beijinho bem grande e votos de um novo ano em grande... Tudo de bom para ti!

1:17 da manhã  
Blogger naoseiquenome usar said...

Isso! Seguir em frente!
Sempre!
Com muito amor-próprio e auto-estima.

1:57 da manhã  
Anonymous Someone said...

Nao preciso de saber quem es...
Nao preciso de saber o que viveste...
Para poder perceber o que sentiste!
Parabens pela forma como lidas com as palavras, o modo como transmites o teu eu e por teres conseguido dar esse passo, por xx, tao dificil...!:)
***

6:35 da tarde  
Blogger LARA said...

Lindo texto.
Nada se esgota no passado, existe um mundo vastissimo por descobrir. Energia Positiva
Fica Bem.

9:55 da tarde  
Anonymous mar_praia said...

Beijinhos enormes menina linda! Sinto a tua falta!

8:02 da tarde  
Blogger João Batista said...

Um coração destruido. Uma tentativa de reconstrução, infelizmente frustada, pois todas são.
Depois de um grande amor, um coração nunca mais volta ao ser o mesmo. Ou mais fraco ou mais forte.
Então, que seja forte! ;)

6:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home