domingo, junho 10, 2007

Procuro a alma perdida e a imaginação que me foge





Tento lembrar-me de quantas vezes o tentei
Sempre sem conseguir
De quantas vezes procurei
De tantas e tantas que me perdi na busca
De memórias que se evadem de mim
Sei que ela está lá
Ou pelo menos o que dela ficou
Sei que um dia ela voltará a ser o meu eu
Mas até lá sobra um vazio insuportável
Um busca constante pelo retorno da minha essência
Uma infindável angústia
Um perder de forças e sonhos

Até vou passando por aqui
De uma forma intermitente e errática
Que nem a mim me satisfaz
Sabendo que o desespero da tua fuga
Me deixou assim...vazia

Volta...imaginação minha

4 Comments:

Blogger Sofia Martins said...

A vida é uma constante procura! http://bolinhu.blogspot.com/

3:03 da tarde  
Anonymous mar_praia said...

Um dia ela vai voltar... Não te apresses pois a pressão é o pior que podes enfrentar.. Mas também não te deixes cair de onde depois não conseguirás sair...

Vou estando por aqui menina linda, sabes onde me encontrar!

Beijinho grande e abraço apertadinho

3:00 da tarde  
Blogger Rose said...

A imaginação está smp dentro de nós n foge...
às vezes temos é preguiça de a procurar...talvez seja bom assim para sentirmosa falta dela para depois a encontrarmos com mais sentimento...

óptimo blog!


bjinho**

10:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

11:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home